Photographer's Note

Olhao
Agosto 1996

Breve historia de Olhao

Achados arqueolgicos comprovam a presena humana na rea do concelho de Olho desde o Neoltico. Os testemunhos mais importantes referem-se ao Calcoltico (2.000 a 1.500 a.C.), tendo grande interesse arqueolgico os dolos oculados esculpidos em calcrio, descobertos em Moncarapacho.
A ocupao romana deixou vestgios em todo o concelho, estando os do litoral associados pesca e salga de peixe. Marim, junto Ria, foi uma importante "villa" e a sua vasta necrpole voltou a ser utilizada durante o domnio visigtico (scs. V a VIII).
a abundncia de peixe que atrai pescadores para o local onde hoje se ergue a cidade de Olho. Vivendo em humildes cabanas construdas com madeira, canas e palha, utilizando a ancestral arte da xvega, em que a rede em forma de saco arrastada para terra, seriam apenas umas escassas dezenas de habitantes em 1378, data do primeiro documento que refere Olho.
Durante sculos, foram cabanas as nicas construes no areal. A populao foi crescendo e, em 1679, a sua importncia justificava a construo da fortaleza de So Loureno para defesa contra os ataques dos piratas. 0 primeiro edifcio de pedra foi a igreja de Nossa Senhora do Rosrio, comeada em 1698. S em 1715, porm, autorizada a primeira habitao em alvenaria.
0 sc. XIX foi decisivo para a expanso de Olho. Primeiro, porque foi elevado a vila em 1808, como agradecimento do rei D. Joo VI (1767-1826) pela luta travada contra as tropas napolenicas e pela herica viagem do caque Bom Sucesso, que levou a boa nova Corte, refugiada no Brasil devido invaso de Portugal pelos exrcitos do General Soult. Em seguida, pela actividade comercial desenvolvida pelos martimos de Olho, que se estende at ao Mediterrneo. Finalmente, com a instalao da indstria de conservas de peixe.
Olho de hoje uma cidade activa e dinmica, que continua a ter na pesca um dos esteios da sua economia diversificada.
______________________________________________________

Foto tirada depois de almoo. Um passeio um bocado cansativo devido a fora do sol, mas sempre util para facilitar a digestao...

Photo Information
Viewed: 3500
Points: 12
Discussions
Additional Photos by Carlos DA SILVA (alentejo) Gold Star Critiquer/Silver Workshop Editor/Gold Note Writer [C: 328 W: 31 N: 361] (1954)
View More Pictures
explore TREKEARTH