Öùôïãñáößåò

Photographer's Note

Em cada dez dos melhores jogadores de futebol do mundo, pelo menos cinco são brasileiros. Entre todos os prêmios Nobel do mundo, nenhum é brasileiro.
Entre os grandes jogadores brasileiros, quase todos tem origem pobre, enquanto quase todos os profissionais de nível superior vêm das camadas ricas e médias.
Em comum, todos têm o fato de terem começado a jogar futebol aos 4 anos de idade, em algum campo de pelada perto de casa, às vezes no quintal de um amigo.
O Brasil tem grandes craques graças ao gosto pelo futebol, ao tamanho da nossa população e ao fato de que todos têm acesso à bola e campo de pelada.
Nosso país não tem até hoje, nenhum Prêmio Nobel de Literatura ou Física, porque poucos têm acesso a ensino de qualidade, desde a primeira infância com professores bem remunerados, preparados e dedicados, dispondo de livros e computadores na quantidade e qualidade necessários.

Os campos e as bolas surgem espontaneamente ou pelo esforço da comunidade e dos próprios meninos.

A escola e os computadores só estarão à disposição se houver um esforço deliberado do país inteiro.

Ninguem vira craque por sorte, e sim por talento e persistência. Mas, no Brasil, o desenvolvimento intelectual depende, antes de tudo, da sorte de nascer em uma família rica, em uma cidade próspera, com um prefeito que dê prioridade à educação. O talento e a persistência vêm depois, antes, precisam de oportunidade: uma escola de qualidade. O desenvolvimento intelectual depende de condições criadas pelo Estado nacional: escolas, livros, computadores, professores.
Se tivéssemos feito isso há 50 anos, o Brasil seria o campeão do saber, e não o lanterninha, posição que ocupamos atualmente. Se o fizermos agora, daqui a 20 anos teremos recuperado terreno, e aí teremos a chance de vencer não só a Copa do Mundo, mas também a Copa do Saber, do conhecimento, da ciência, da tecnologia, da literatura.

Ganharemos as medalhas do Nobel, além das taças da Copa.

Teremos o capital e as bases para construirmos o Brasil do século XXI. O futebol deslumbra, mas só o saber constrói.

Tudo isso, porém, enfrenta um grave impedimento: os brasileiros têm paixão pelo futebol. As vitórias emocionam, as derrotas deixam todos abatidos.

Mas não existe a mesma paixão pela educação.

Para que as medalhas intelectuais cheguem, é preciso ter pela escola a mesma paixão que o Brasil tem pelo futebol.

Cristovam Buarque -O Globo- 10-06-2006
____________________________________________


Meus amigos

Hoje completo 2 ANOS de TE e essa é a minha centézima foto...

Dedico este trabalho para todos vocês que de uma forma ou de outra me ajudaram a postar estas 100 fotos.
Obrigada pelos comentários sempre tão importantes e necessários para o nosso aprendizado...sim, porque eu aprendi muitas coisas aqui.

Abraços à todos.;)

berek, nivaldo, josepmarin, Vato_Law, paura, Docarmo, lucasgalodoido, GUYOFF, daddo, papagolf21, pboehringer, riclopes, kiwi_explorer, belido, jafadabret, cunejo200, AiresSantos, wgreis, syd1946, Bluejeans, parbo, adores, Cricri, stego, atus, cfreire Ý÷ïõí(åé) åðéëÝîåé áõôÞ ôç óçìåßùóç ùò ÷ñÞóéìç

Photo Information
Viewed: 2202
Points: 82
Discussions
Additional Photos by Vera scharan (Scharan) Gold Star Critiquer/Gold Star Workshop Editor/Gold Note Writer [C: 2647 W: 234 N: 2976] (14144)
View More Pictures
explore TREKEARTH